ACORDO DE PAZ EM ISRAEL! LUAS DE SANGUE! SERÁ QUE A TRIBULAÇÃO ESTÁ PRESTES A COMEÇAR?



PARTE I - O ACORDO

Em junho de 2013, o secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry estabeleceu um prazo de nove meses - até abril ou maio de 2014 - para se chegar a um acordo de paz definitivo entre palestinos e Israelenses. No momento que escrevo este artigo (31/12/2013), Kerry viaja para Jerusalém a fim de se encontrar com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e em Ramala com o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas a fim de iniciar os detalhes das negociações de paz que devem durar vários dias.

A visita do secretário de Estado à região, a décima desde que assumiu o cargo em fevereiro, acontece logo após a libertação de 26 presos palestinos hoje (31/12/2013), que cumpriam pena por crimes cometidos antes dos acordos de paz de Oslo de 1993.

Apesar dos obstáculos encontrados nas negociações, John Kerry assegurou em sua ultima entrevista (13/12/2013) que é possível alcançar um acordo de paz entre israelenses e palestinos até o final de abril do ano que vem: “As duas partes seguem comprometidas em cumprir com sua obrigação de permanecer à mesa e negociar durante o período que havíamos programado” disse o secretário.

Não só Israel e os palestinos estão envolvido neste plano de paz, mas existem 57 países (a maioria muçulmanos), que estão de pé pronto para fazer a paz com Israel.

A União Européia tomou as medidas para orquestrar todo o negócio. Eles têm um plano de paz que deve perdurar por sete anos que já começaria a entrar em vigor a partir de 01 de janeiro de 2014 até o final de 2020. Eles estão esperando para ter o contrato assinado antes de 1 de Janeiro, mas se não for, então a UE já está planejando só reconhecer o estado de Israel de acordo com as fronteiras que foram definidas em 1949. Este acordo será atraente para muitos porque promete segurança, estabilidade e prosperidade para a região. Neste plano, a maior parte da Cisjordânia e de Gaza seria dado aos palestinos. Qual a importância desse plano de paz de sete anos nas profecias bíblicas?

"E ele (o anticristo) firmará um concerto com muitos por uma semana (7 anos); e, na metade da semana, fará cessar o sacrifício e a oferta (referência à profanação de um templo que ainda não tenha sido construída); e sobre a asa das abominações virá o assolador, e isso até à consumação; e o que está determinado será derramado sobre o assolador". Daniel 9:27

"Pois eis que naqueles dias, e naquele tempo, quando eu trouxer de volta os exilados de Judá e de Jerusalém, congregarei todas as nações, e trazê-los para baixo para o Vale de Jeosafá, e vou entrar em juízo com elas por causa do meu povo, a minha herança, Israel, a quem elas espalharam entre as nações; Eles dividiram a minha terra". Joel 3:1-2 

Então, como podemos ver aqui, este acordo de paz, o tratado de sete anos, foi profetizado como um acordo dos tempos finais orquestrado pelo Anticristo. E porque este acordo divide a terra, ele vai trazer um período de tribulação que demonstrará a ira de Deus sobre as nações. A guerra para acabar com todas as guerras. Assim que este acordo seja assinado, a ira de Deus ou a hora da tribulação começará. Quão perto está tudo isso?

Grandes esforços para um acordo tem sido feito neste últimos meses como nunca antes. John Kerry conseguiu fazer com que ambos os lados concordem em muitos pontos, e ele conseguiu fazer com que Netanyahu desistisse de construir mais assentamentos, como ele disse que nunca faria. Além disso, a libertação de presos que estão lá há 20 anos. Este é um sinal muito significativo. Se Netanyahu não vê a luz no fim do túnel, seria improvável que ele daria esses passos. Portanto, o acordo de paz está chegando e é está muito próximo.

A Bíblia diz que o Anticristo cobiça um acordo entre as nações. Assim, podemos afirmar que não há nada mais atraente aos olhos do Anticristo para um projeção internacional do que este acordo de paz que o mundo observa atentamente? Será que as nações assinarão sua soberania a um lider global em nome da paz e segurança? Será que este acordo de paz revelará a identidade do Anticristo e trará a agenda da NWO (Nova Ordem Mundial) em que, eventualmente, todos os países vão se envolver? Será que o Anticristo será capaz de controlar o mundo inteiro através deste acordo, em nome da paz e segurança? Será que vai haverá um governo mundial com uma força policial unica?

PARTE II - AS LUAS DE SANGUE



Um eclipse lunar ocorre quando a lua passa por detrás da terra, sendo que a terra bloqueia os raios de sol de atingirem a lua, e isso ocorre quando o sol, a terra e a lua estão perfeitamente alinhados, ou muito próximo disso, com a terra no meio - e é isto que torna este evento raro - Daí que um eclipse lunar só pode ocorrer em noite de lua cheia dando a ela um aspecto avermelhado. Ao contrário do que acontece com um eclipse solar, nenhum equipamento especial é requerido para observar um eclipse lunar com segurança, podendo ser visto a olho nu.

A tradição judaica tem visões diferentes sobre o significado místico e escatológico dos eclipses lunares. Por um lado, o Talmud(Tratado Sukkah 29a) diz que os eclipses lunares são um sinal da ira divina sobre o povo judeu por causa de falhas morais, enquanto que os eclipses solares são um mau sinal para as nações não-judaicas; os judeus datam o seu calendário com base nas fases da lua, enquanto que os não-judeus o fazem baseados no ano solar. Por outro lado, a tradição judaica insiste que os sinais astrológicos e astronômicos não afetam o povo judeu, e que o relacionamento direto dos judeus com Deus ultrapassa quaisquer efeitos "naturais" do movimento dos corpos celestes que podem afetam as outras nações.

Nestas ocasiões é normal que a lua se torne "vermelha", às vezes da cor do sangue, o que, segundo o Talmud judaico (livro da tradição) é um mau presságio: "Quando a lua está em eclipse, é um mau omen para Israel...se a sua face ficar tingida de vermelho cor de sangue, é um sinal de que a espada vai cair sobre o mundo".

SINAIS NA LUA - AVISOS DE DEUS



A Bíblia revela que os astros foram criados por Deus também para "sinais": "E disse Deus: Haja luminares na expansão dos céus... e sejam eles para sinais e para tempos determinados..." (Gn 1:14).

Ora esta expressão "sinais" significa não só orientação (para a divisão do tempo e das horas, para navegação, culturas agrícolas, etc.) mas também: avisos. Nos textos abaixo o Senhor Deus revela que os grandes eclipses lunares e solares serão sinais/avisos de que o Seu Juízo está próximo. A profecia sobre a Vinda do Messias e Rei revela-nos que tal acontecerá depois que haja um grande sinal no sol e na lua (claramente eclipses totais): "E haverá sinais no sol, e na lua, e nas estrelas, e, na terra, angústia das nações, em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas". (Lc 21:25).
Estes acontecimentos - "sinais" - estão situados logo no final do tempo da Tribulação, ou seja, no final da 70ª semana de Daniel, e estes serão de fato "o grande sinal da Vinda do Senhor" questionada pelos discípulos: "...que sinal haverá da Tua vinda e do fim do mundo?" (Mt 24:3) a que o Senhor respondeu: "...o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz...então, aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem..." (Mt 24:29, 30).

Além do sinal da estrela guiando magos do oriente até o menino Jesus(Mt 2:1,2), um grande sinal astronômico teve também lugar na hora da crucificação do Filho de Deus, tendo havido escuridão em toda a terra durante o espaço de 3 horas. Claramente um grande eclipse, como "sinal" da ira de Deus: "E, desde a hora sexta, houve trevas sobre toda a terra, até à hora nona" (Mt 27:45). Este momento crucial da história foi também acompanhado de um "grande terremoto", outro "sinal" que contribuiu para a confissão do centurião e dos soldados que estavam junto à cruz (Mt 27:51, 54).

Os profetas do Velho e do Novo Testamento identificam os "sinais" no sol e na lua como antecedendo o Dia do Senhor (tempo de juízo divino sobre a humanidade rebelde):

"O sol se converterá em trevas, e a lua, em sangue, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor" - Joel 2:31.

"E sucederá que, naquele dia (Dia do Senhor), diz o Senhor, farei que o sol se ponha ao meio-dia e a terra se entenebreça em dia de luz" - Amós 8:9.

"O sol se converterá em trevas, e a lua, em sangue, antes de chegar o grande e glorioso Dia do Senhor" - Atos 2:20.

"E, havendo aberto o sexto selo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco de cilício, e a lua tornou-se como sangue" - Apocalipse 6:12.

ECLIPSES E AS FESTAS JUDAICAS


Por mais incrível que pareça, tanto no passado quanto no futuro estes eclipses e luas vermelhas ocorreram durante eventos especiais sobre o povo de Israel. Para os estudiosos da Bíblia e amantes das profecias, a "coincidência" dos eclipses e das Festas do Senhor em Israel nos anos de 2014 e 2015 é não só uma sinal da soberania do Senhor sobre a Sua criação e povo, mas também mais uma prova de que o Senhor escolheu Israel como o "grande sinal" sobre o qual incidirão também os outros "sinais", incluindo os astronômicos. Ou seja: tudo o que o Senhor revela e executa neste mundo gira à volta de Israel, pois o Senhor determinou que este povo seria uma "luz para as nações". Ora, luz simboliza também: revelação, direção e entendimento.

A "coincidência" dos sinais astronômicos e a História de Israel no passado é então para nós um aviso daquilo que em breve poderemos ver acontecer neste mundo, ou seja: a vinda do Senhor, o Rei de Israel e o Rei dos reis em poder e glória para resgatar o Seu povo e para trazer o Seu reino eterno!

Vejamos mais em pormenor estas "coincidências" ao longo da História de Israel e do povo judeu:
Desde o ano 1 d.C. já ocorreram 7 eclipses de "lua vermelha" no primeiro dia da Páscoa judaica e no primeiro dia dos Tabernáculos. Três destas ocorrências - as assim chamadas "tetrads judaicas" - estão ligadas aos anos de 1492 (o ano da expulsão dos judeus da Espanha), 1949 (logo a seguir à formação do estado moderno de Israel e Guerra da Independência), e 1967 (a Guerra dos 6 Dias e a reconquista de Jerusalém), sendo estas 3 das datas mais significativas para a História moderna do povo de Israel.


1ª TETRAD JUDAICA (4 ECLIPSES LUNARES EM FESTAS JUDAICAS):

1949 - 2 eclipses lunares totais - ano seguinte à proclamação do estado de Israel
1º ECLIPSE ocorreu no dia da FESTA DA PÁSCOA: 13 de Abril
2º ECLIPSE ocorreu no dia da FESTA DOS TABERNÁCULOS: 7 de Outubro

1950 - 2 eclipses lunares totais
3º ECLIPSE ocorreu no dia da FESTA DA PÁSCOA:2 de Abril
4º ECLIPSE ocorreu no dia da FESTA DOS TABERNÁCULOS: 26 de Setembro


2ª TETRAD JUDAICA (4 ECLIPSES LUNARES EM FESTAS JUDAICAS):

1967 - dias dos eclipses lunares totais - GUERRA DOS 6 DIAS E TOMADA DE JERUSALÉM
1º ECLIPSE ocorreu no PRIMEIRO DIA DA FESTA DA PÁSCOA:24 de Abril
2º ECLIPSE ocorreu no PRIMEIRO DIA DA FESTA DOS TABERNÁCULOS: 18 de Outubro

1968 - dias dos eclipses lunares totais
3º ECLIPSE ocorreu no PRIMEIRO DIA DA FESTA DA PÁSCOA: 13 de Abril
4º ECLIPSE ocorreu no PRIMEIRO DIA DA FESTA DOS TABERNÁCULOS: 6 de Outubro



ESTAS OCORRÊNCIAS, OU AS "TETRADS JUDAICAS" ACONTECERÃO PELA ÚLTIMA VEZ NESTE SÉCULO 21 NOS ANOS DE 2014 E 2015, E SÓ VOLTARÃO A TER LUGAR APENAS NO SÉCULO 26!

Se a História recente do povo de Israel foi "coincidente" com 2 "tetrads" - em 1948/1949 e 1967 - a terceira "tetrad" a ocorrer em 2014 e 2015 poderá trazer algo de muito importante para Israel. Não querendo especular, podemos contudo afirmar que será algo sobrenatural e que afetará o mundo inteiro.


2014 - 2015 - TEMPO DA ÚLTIMA "TETRAD", OU AS RARÍSSIMAS "LUAS DE SANGUE" DURANTE AS FESTAS JUDAICAS



3ª TETRAD JUDAICA (4 ECLIPSES LUNARES EM FESTAS JUDAICAS):

A oitava destas ocorrências desde o ano 1 d.C. terá lugar nos anos de 2014 e 2015. Será também a terceira "tetrad judaica", a única deste século e que não ocorrerá nos próximos quatro seculos!
Estas ocorrências - "tetrads" - , em que os eclipses totais da lua - tornando-a "vermelha" - coincidem com o início das Festas Judaicas, são muito raras, e passam-se séculos inteiros sem que tal tenha lugar.


O QUE VAI ACONTECER EM 2014-2015 É EXTRAORDINÁRIO, POIS HAVERÁ A OCORRÊNCIA DE 4 ECLIPSES LUNARES EXACTAMENTE DURANTE A OBSERVAÇÃO DAS FESTAS DA PÁSCOA E DOS TABERNÁCULOS NESSES 2 ANOS!

ANO DE 2014
ECLIPSE SOLAR TOTAL: 20 de Março: 1º dia do calendário bíblico (1 de Aviv)
1º ECLIPSE LUNAR TOTAL: 15 de Abril - 1º Dia da Festa da Páscoa Judaica
2º ECLIPSE LUNAR TOTAL: 8 de Outubro: 1º Dia da Festa dos Tabernáculos

ANO DE 2015
3º ECLIPSE LUNAR TOTAL: 4 de Abril: 1º Dia da Festa da Páscoa Judaica
ECLIPSE SOLAR TOTAL: 13 de Setembro: Início do Novo Ano Judaico
4º ECLIPSE LUNAR TOTAL: 28 de Setembro: 1º Dia da Festa dos Tabernáculos

Quatro eclipses lunares totais ocorrendo sucessivamente na Páscoa e Tabernáculos em dois anos seguidos é algo realmente fenomenal! Mas se juntarmos a isso os 2 dias em que ocorrerão eclipses solares nos 2 dias em que começa o calendário judaico - 29 de Adar/1 de Nisan, ou seja: 20 de Março (2 semanas antes da Páscoa) e 1 de Tishri (Ano Novo Judaico), ou seja, 13 de Setembro, só podemos ficar assombrados e expectantes!

Em cada um destes 6 dias sagrados judaicos o sol escurecerá e a lua não dará a sua luz. Tal só aconteceu recentemente em 1949/1950, o ano seguinte à restauração profética de Israel (Ezequiel 37), e em 1967/1968, o ano em que Jerusalém foi libertada, conforme as profecias de Jesus (Lucas 21:24).

O que será que o Deus Todo-Poderoso nos estará a revelar? Para os céticos esta descoberta será uma mera coincidência, mas o profeta Daniel informa-nos, para nosso consolo:

"Muitos serão purificados, e embranquecidos, e provados; mas os ímpios procederão impiamente, e nenhum dos ímpios entenderá, mas os sábios entenderão" (Daniel 12:10).


Texto traduzido e adaptado dos originais:

Comentários

Paulo Coutinho disse…
Legal o artigo. Boa teoria. Só queria deixar um comentário. Em GN 1:!4 o sinais eram para marcar estações, dias e anos e iluminar a terra.

Disse Deus: "Haja luminares no firma­mento do céu para separar o dia da noite. Sir­vam eles de sinais para marcar estações, dias e anos,
15 e sirvam de lu­minares no firmamento do céu para ilu­minar a terra". E assim foi.

Não são os sinais que você citou. Não use parte do versículo para promover o que você acredita. Ainda que você possa até estar certo ou não, esse versículo 14 não tem nada haver com isso.
Ydelfran Sousa disse…
Gostei de seu artigo Marcio, digno de ser acompanhado e analisado, mesmo diante de tanto lixo, se encontro algo pra se meditar!
Márcio disse…
Obrigado pelo seu comentário irmão Paulo, te desejo a paz do Senhor.

É Bem verdade que este versículo por si só não defende a ideia de que Deus se utiliza dos luminares para transmitir mensagens aos homens, por isso citei várias passagens na Bíblia que confirmam este princípio (ex: eclipse da crucificação, estrela guiando os magos do oriente, etc) e sem falar dos fatos históricos que deixariam qualquer matemático confuso quanto à sua probabilidade.
Márcio disse…
Obrigado Ydelfran, fico feliz que gostou

Também sugiro a você ler este artigo extremamente interessante e urgente:
http://diariodoreino.blogspot.com.br/2013/03/tratado-de-paz-mundial.html

Que o Senhor te abençoe, Shalom
gilmar marinho disse…
Eu tive um sonho esses dias atrás, foi assim .
Eu estava em casa estava de dia , e um menino veio do terreiro da minha casa e disse o fim esta próximo e a minha mulher estava do meu lado , eu olhei para o ceu e vi o sol coberto com uma cor preta brilhante.
E eu não sabia se no arrebatamento o sol ficava preto.
E andei pesquisando depois e vi o sol coberto com uma cor preto na internet, e li na bíblia também.
Por issos irmãos sirvam a Deus quanto a tempo, sei q é dificil as veses mais no fim a recompensa vai ser boa. O amor de Deus é tão grande e inespricavel por nós q Deu o seu únicos filho para morrer por nós. Façam sempre o Bem e sigam jesus cristo pois ele nos ama também e não quer q sofremos com as coisas q iram acontecer.
O senhor é sempre bom e sua benigdade é para sempre.
(AMEM )

Postagens mais visitadas deste blog

Estatísticas alarmantes sobre o comportamento evangélico

Biblia "The Word"

RESILIENCIA - UMA QUALIDADE FUNDAMENTAL NA VIDA CRISTA